sexta-feira, 14 de março de 2008

Entrega da Petição na Assembleia da República

Hoje, dia 14 de Março, foi entregue pelo Movimento Democracia ao Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, em cerimónia protocolar, a Petição Contra a Prova de Ingresso na Carreira Docente.

Na entrega estava também presente um deputado do PS, Fagundes Duarte, que admitiu alguma justiça nas nossas pretensões e mostrou abertura para a reformulação do Decreto Regulamentar n.º3/2008.


Entrega da petição na comunicação social:

RTP

Público

Portugal Diário

TVNet

SOL

6 comentários:

Trabalhador da Silva disse...

A escola pública precisa dos melhores. Faz sentido seleccionar!

visiense disse...

Seleccionar, mas com justiça! Qual a justiça de seleccionar, mas apenas dentro de uma parcela dos possíveis seleccionáveis? Qual a justiça de uma selecção que não se limita a seleccionar, mas também a eliminar e a tornar profissionais habilitados em licenciados impedidos de exercer a sua função? Certamente não quereria uma selecção como esta para si...

Trabalhador da Silva disse...

A selecção implica critérios iguais para todos. Numa corrida, por mais que os os atletas se esforcem, apenas três, têm direito ao pódio. Na vida real é o mesmo. O futuro é dos melhors. Quem não estiver preparado fica pelo caminho. É a vida...

visiense disse...

"A selecção implica critérios iguais para todos." Muito bem! Então e se eu lhe disser que dentro dos professores contratados apenas alguns irão ser alvos dessa selecção? Apenas é necessário seleccionar dentro daqueles que têm menos de 5 anos de serviço efectivo? E os restantes? Para esses a habilitação profissional é o requisito para leccionar e para nós não chega? Onde estão os critérios iguais para todos? Como vê, as coisas não são tão lineares como mostra...

Cumprimentos, Filipe Araújo

j. ricardo disse...

ola colega (contratado). fico feliz por ver alguém que se insurge contra a vergonha que, nos nossos dias, passam o sprofessores contratados. fico, no entanto, um pouco surpreso na sua ingenuidade relativamente ao que os sindicatos podem fazer com os professores... contratados. eu já perdi há muito as ilusões. de qualquer modo, estarei sempre disponível para iniciarmos um conjunto de medidas que possam conferir à vergonha do que é ser contratado no ministério da educação.
um abraço.
j. ricardo http://www.rescivitas.blogspot.com/

visiense disse...

Colega, esta petição foi realizada por um conjunto de pessoas, independente de qualquer sindicato. No entanto, antes de ser entregue, chegou-nos uma proposta do sindep para dar fundamentação jurídica à petição, de forma a ter outro seguimento dentro do parlamento. Como não estou aqui para protagonismos individuais, mas sim para resolver o nosso problema, tudo o que melhoraria as nossas hipóteses, eu aceito! E na realidade, apesar de não desejada ( participação de sindicatos), esta acabou por se mostrar, para já, proveitosa, e a favor dos nossos interesses!
Cumps