quarta-feira, 9 de julho de 2008

Alterações no concurso 2009

Na sequência de uma reunião entre a FNE e o Ministério da Educação, temos um rascunho daquilo que o ME quer alterar nos concursos. Ver aqui.

Quanto às questões colocadas no post anterior, apenas encontro resposta a duas, "como se irá usar a avaliação de desempenho na graduação: considerando-se a menção qualitativa ou a classificação quantitativa?" e "a avaliação deste ano já será considerada?". Assim, sabemos agora que é apenas considerada a menção qualitativa. A proposta do ME é que os critérios de graduação sejam os seguintes:

- Classificação profissional
- Tempo de serviço
- Última avaliação de desempenho: (Excelente: 5; Muito Bom: 3; Bom: 2; Outras menções: 0)

Quanto à formula do cálculo da graduação profissional, nada diz.



Quantos às restantes propostas do ME para o próximo concurso, resumindo, os actuais professores integrados em Quadros de Zonas Pedagógicas serão colocados em quadros de agrupamentos ou em quadros de escola, e aqueles sem lugar, farão parte de uma bolsa de recrutamento, da qual sairão para ocupar alguma vaga, ou quando abrir vaga dentro das suas escolhas.

Quanto aos professores integrados em quadros de escola, estes serão convertidos em professores de quadros de agrupamento ou quadro de escolas não agrupadas. Os professores já integrados em QE ficarão na escola onde estão. Se a sua vaga nessa escola desaparecer, entrarão noutra vaga do quadro de agrupamento onde se encontra. No caso de não haver vaga, serão deslocados para a bolsa de recrutamento.


Quanto à bolsa de recrutamento, esta, apesar de lógica, traz problemas. Primeiro, de ética, visto que docentes já com muitos anos de serviço numa dada escola, onde estão por direito, rapidamente serem integrados numa bolsa à espera de ser colocado noutra vaga, noutra escola, por vezes, noutro concelho sem ser o da sua residência, ou até, sujeito a colocações anuais. Segundo, é mais uma forma de restringir vagas para os professores contratados. Com esta bolsa, vagas que normalmente seriam ocupadas por professores contratados, serão ocupadas por professores da tal bolsa de recrutamento. Se tivermos em conta que a evolução de professores contratados tem sido negativa, (ver "Perfil do Docente" pág. 46) e que a evolução de professores com menos de 30 anos no 1º, 2º e 3º ciclos e secundário, ser igualmente negativa (ver "Perfil do Docente" pág. 22-25), vemos que as perspectivas para os contratados são cada vez menos agradáveis, e o futuro pouco risonho...

11 comentários:

Pedro disse...

A vida não está mesmo fácil para os professores, sobretudo para os contratados...
Apesar disso, concordo com o fim dos QZP`s e a sua transferência para os QE`s.
Quanto à avaliação, o pior é mesmo a questão das cotas...

Anónimo disse...

Eu sou contratado há 15 anos, com a casa ás costas todos os anos,nem consigo ter uma familia como deve ser, anda sempre tudo desesperado, este país e este governo Sócrates é uma VERGONHA!!!!

Ana Diogo disse...

Olá, boa tarde!!

Gostaria de colocar uma questão, é o primeiro ano que me vou candidatar, sabem me informar qual o site de pre candidatura? estou um pouco perdida... um abraço

visiense disse...

Ana Diogo, vais até ao site da DGRHE - www.dgrhe.min-edu.pt e à tua esquerda clicas em docentes, e depois, em recrutamento. Depois, verás no concurso 2009 algo a dizer aplicação, e aí, terás que fazer a inscrição obrigatória (http://www.dgrhe.min-edu.pt/Portal/WebForms/Docentes/Recrutamento_C2009.aspx)

Qualquer dúvida, manda-me um mail para visiense@gmail.com

Filipa disse...

Colegas com habilitação própria passem por aqui http://professorescontratadosportugueses.blogspot.com/

Anónimo disse...

Exactamente...Com o devido respeito por colegas de outras àreas, vão existir professores de tudo menos de informática a dar aulas de...informática.
É o choque tecnológico no seu melhor.

Tem mais novidades sobre esta situação?
Como devemos proceder? Alguém tem novidades?

Andre disse...

Boa Noite!
Comecei a dar aulas pela primeira vez á dois meses atrás no grupo 550 estou a adorar!
Alguma forma de me candidatar ao concurso de Professores que abriu esta semana?
Obrigado!

visiense disse...

Colega André. Poderá candidatar-se ao concurso se tiver as habilitações necessárias, que neste caso é a licenciatura via ensino de TIC. Se não tiver, apenas poderá concorrer à Contratação de Escola.

Nuno disse...

Boa noite! Sou Mestrado em Engenharia Electrónica e encontro-me a leccionar no grupo 540, como verifico nos tópicos acima não me poderei candidatar ao concurso deste ano. A minha questão é não conhecendo nenhuma formação na minha área que possibilite o ensino, como poderei eu me candidatar ao concurso?
Já ouvi falar em profissionalização mas ainda não sei como se processa e quais os requisitos?
Agradeço a vossa ajuda!

titi disse...

Boa tarde,

Gostaria de colocar uma questão, é o primeiro ano que me vou candidatar e já fiz a inscrição obrigatória...Alguém me poderia dizer quais são os passos seguintes?...Deixou-me pouco exclarecida a inscrição pois as informações preenchidas são muito poucas...
Agradecida pela vossa atenção.

visiense disse...

Colega, não sei se sabe, mas a fase de candidatura já terminou. A inscrição era apenas para entrar no sistema, e depois teria que se ter candidatado na aplicação que está no site da DGRHE. Se não o fez, já não pode candidatar-se este ano...